IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS PROPENSAS À FORMAÇÃO DE FAVELAS EM MONTES CLAROS/MG

Marcos Esdras Leite

As cidades médias destacam-se como polo convergente de imigrantes, por apresentarem características importantes na atração populacional. Essa é a realidade da cidade de Montes Claros, uma vez que ela se destaca como polo de uma vasta região que abrange todo o Norte de Minas Gerais. Como consequência desse cenário, a cidade se expandiu sem um controle efetivo do poder público municipal e invasões para fins de moradia ocorreram. Diante dessa realidade este trabalho analisou, através do sensoriamento remoto e do SIG, alguns atributos espaciais que se repetiram nas favelas da cidade de Montes Claros e classificou as áreas públicas com risco de formação de favelas. O uso das geotecnologias, notadamente o sensoriamento remoto, com imagens de alta resolução espacial, e o Sistema de Informações Geográficas (SIG) permitiram identificar as áreas públicas vagas na cidade de Montes Claros e associar as variáveis socioespaciais que potencializam a invasão desses imóveis e a consequente formação de favelas.


 

 Trabalho Completo